Algumas empresas e seus empresários, têm feito esta pergunta. De uma forma simples e direta nossa posição tem sido a seguinte:

Um ERP, bem escolhido e adequado para o seu negócio tem como objetivo principal estabelecer os processos de forma estruturada com indicadores que ajudem na busca de melhorias. Não devemos olhar para o ERP como uma solução isolada para um processo ou para um problema.

Imaginem que de forma sistemática e estruturada criamos uma base de transações e, que a partir destas transações e atividades processuais temos indicadores. Estes indicadores devem ser usados para apoiar a melhoria contínua e a avaliação de resultados dos processos e dos indivíduos.

O caminho ideal seria definir uma estratégia que, não só pode como, deve ser ajustada…estratégia é algo a ser discutido e repensado. Não estou falando aqui de sair do ponto zero para o ponto 100 todo dia, mas sim de promover ajustes a realidade. Após a definição da estratégia é necessário desenhar o processo que deve suportar a execução. Mas quais processos são relevantes? Quais indicadores devo olhar? E ainda, qual time devo montar para fazer acontecer…aqui está o maior desafio de todos.

Porém, não adianta fazer todas estas etapas se não existir uma ferramenta de gestão que organize, e dê visibilidade para processos e resultados. Dai a importância de um ERP adequado para suportar seu processo.

 

Novamente o ERP deve ser um aliado do processo e não um detalhe, um pequeno pedaço… senão, não vai dar certo. Imaginem ter uma tubulação para levar agua de um ponto a outro, porém só foi colocado revestimento em parte da tubulação, o restante vai continuar não sendo eficiente e o todo ficará comprometido. Ter um sistema para responder somente às exigências fiscais também é um desperdício, levando em conta o potencial que um ERP adequado possui para o seu negócio e, desde que a implantação correta traga valor agregado ao negócio.

Não pense no ERP como um custo, não pense em algo que “eu tenho que ter”.Pense que “eu preciso ter um ERP e vou investir nisso!“ O grande problema é que muitas empresas compram o ERP pela marca. Ou pelo tamanho. Ou pela propaganda. Ou até mesmo olhando simplesmente para o custo… e aqui temos os extremos, alguns pagam muito acreditando que por isso devem receber algo muito bom e, na verdade não é necessariamente o que ocorre. Imaginem se comprarmos um carro somente pela marca ou propaganda? Ou ainda um bem baratinho… sabemos que é um caminho de grande risco. O ERP vai fazer parte do dia a dia do seu negócio, que você dedicou seus melhores esforços para construir, onde você depositou seu sonho. Não tome uma decisão deste tipo sem analisar com calma, garanto o CUSTO vai ser elevado.

Acredito que uma empresa que investe em ERP de forma alinhada com seu plano e cuida da implantação com a devida importância, tem uma grande vantagem em relação a seus concorrentes. Principalmente em momentos de crise como a que estamos vivendo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *