Como a terceirização de serviços na indústria pode ser uma decisão estratégica?

A terceirização de serviços na indústria tem ganhado cada vez mais espaço no mercado principalmente devido à globalização e a alta competitividade, fatores que exigem mais velocidade e produtividade das empresas. Além disso, com controles mais rígidos da qualidade destes serviços contratados, os gestores passaram a tratar esta prática como estratégia de gestão para reduzir custos e aumentar suas margens.

Apesar das vantagens citadas acima, ainda é necessário avaliar se a terceirização de serviços na indústria se adequa ao seu modelo de negócio e é importante projetar os efeitos positivos e negativos que poderiam causar. Para lhe ajudar nesta avaliação, selecionamos uma lista de vantagens e desvantagens.

O que é terceirização de serviços industriais?

A terceirização acontece quando uma empresa contrata outra para realizar um serviço específico que faz parte do seu processo produtivo. Com o respaldo de um contrato, a contratada desenvolve e realiza as atividades em sua própria organização, o que contempla: sua estrutura, equipe, maquinário etc.

A flexibilização das relações trabalhistas foi possível em 2017, com a aprovação da lei nº 13.429/2017, que ampliou possibilidades para a terceirização de todos os tipos de serviço, incluindo a produção industrial. Com o aumento da procura, muitas empresas focaram neste nicho agregando know how e tecnologia.

Por que terceirizar pode ser uma decisão estratégica?

As organizações que buscam esta opção, escolhem empresas que exercem atividades específicas e por isso detém maior expertise na execução de determinados produtos e/ou serviços. Ao escolher terceirizar parte de processos industriais, o ciclo tende a se tornar mais eficiente e com maior qualidade técnica.

O chão de fábrica tende a ser dinâmico, ainda mais se não estiver alinhado com os departamentos de vendas, compras e estoque, que precisam absorver pedidos urgentes e mudança de prioridade. Nestas situações, terceirizar uma etapa da produção onde existe um gargalo, por exemplo, garante maior produtividade, agilidade e organização das demandas.

Existem alguns tipos de terceirização de acordo com a demanda, são eles:

•             Demanda sazonal: Quando o mercado sofre oscilações no decorrer do ano, e nos picos não é possível atender com a capacidade produtiva atual.

•             Demanda recorrente:  Quando a demanda fica maior do que a capacidade produtiva, podendo ser algo planejado, como o fechamento de contratos importantes com prazos curtos, ou uma demanda nova, neste caso podendo posteriormente substituir a terceirização pelo investimento no aumento da capacidade fabril.

Portanto, a economia de recursos justifica a contratação de uma empresa parceira para realizar serviços terceirizados.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS

Reunimos abaixo os principais benefícios:

1.           Redução de custos: A terceirização permite que investimentos em ampliação da capacidade produtiva sejam substituídos por custos variáveis assegurados por contratos, o que torna a parceria flexível. Sem dúvida alguma esta é a maior vantagem desta prática, pois é possível economizar recursos que seriam gastos com estrutura, mão de obra, treinamento, maquinário, tecnologia, entre outros, e ainda direcionar a verba para projetos de desenvolvimento interno.

2.           Gestão estratégica: Sabemos que o ambiente industrial possui inúmeras variáveis, fato que exige uma gestão ágil e flexível… o que nem sempre é possível especialmente no chão de fábrica. Com a terceirização de determinados serviços há também a otimização do tempo de trabalho de toda a equipe, o que permite investir em uma gestão mais estratégica e menos operacional, focada em melhoria contínua.

3.           Mão de obra especializada: Ao invés de contratar ou treinar um colaborador para determinada função, a terceirização permite que o serviço seja realizado por uma empresa especialista, com equipe, tecnologia e estrutura para realizar com maior eficiência e qualidade.

4.           Vantagem competitiva:  Ao construir parcerias sólidas com bons fornecedores, a empresa pode entregar um produto de maior qualidade, pois tem tempo e recursos para organizar melhor seus processos internos… o resultado é um negócio com maior margem de lucro e com capacidade de atender mais clientes.

Estes benefícios reforçam que esta pode ser uma ótima opção para empresas que querem ganhar eficiência e reduzir custos. Mas também é importante se certificar de que os prestadores de serviço possuem qualificação técnica e compromisso. Para ajudar na avaliação das possíveis desvantagens da terceirização, elencamos os pontos mais comuns.

DESVANTAGENS DA TERCEIRIZAÇÃO

  • Implicações jurídicas: Apesar da flexibilização das leis trabalhistas, ainda existe bastante insegurança na regulamentação da contratação de serviços terceirizados. Para minimizar os riscos, é importante consultar o jurídico e manter a fiscalização e alinhamento de contratos e práticas em dia.

  • Baixa qualidade: Por se tratar de um serviço realizado externamente, não é possível ter controle de todas as etapas do processo. É de suma importância que a qualidade do produto/serviço seja sempre avaliada para que não haja impacto negativo no produto final e/ou atrasos na entrega.

A terceirização possui vantagens e desvantagens, mas com certeza deve ser avaliada como uma decisão estratégica. Por isso é importante avaliar as necessidades, processos e criticidade do serviço antes de tomar uma decisão. Do ponto de vista econômico, a prática é benéfica pois gera mais oportunidades de empregos formais, aumenta a competitividade do país, eleva a qualidade dos serviços e com a economia em atividade o país tende a crescer.

Leia também

Assine nossa
Newsletter