Gestão de estoque: conheça a importância para indústrias e distribuidoras

Você sabia que ter uma gestão de estoque eficiente, tanto em indústrias quanto em distribuidoras, é extremamente importante para que não ocorram erros que afetam o seu relacionamento com os clientes? 

A gestão eficiente de estoque é um dos principais fatores que determina o sucesso da empresa, pois é nesse momento em que se monitora os produtos, insumos ou matérias-primas, o fluxo de entrada e saída, além do controle de perdas e a necessidade de novas compras. 

A seguir, você vai conhecer os principais motivos que fazem da gestão de estoque uma estratégia que rende excelentes resultados a médio e longo prazo! 

8 motivos que destacam a importância da gestão de estoque 

1 – Organização das compras: Uma boa gestão do estoque permite que o departamento de compras faça um trabalho mais organizado e estratégico, a fim de trazer mais resultados positivos às empresas. 

Ao contar com a gestão de estoque, o setor de compras poderá estabelecer uma rotina de aquisições, negociar prazos e valores com fornecedores e determinar os pedidos mais urgentes. 

2 – Melhorias financeiras: Você já parou para pensar que material parado é sinônimo de dinheiro parado? Sendo assim, a gestão de estoque melhora o fluxo de caixa, pois reduz a quantidade de produtos parados. 

Além disso, a boa gestão de um estoque permite evitar desperdícios, afinal, ter conhecimento dos gastos, e também do fluxo de saída, ajuda a prever a quantidade necessária de itens para suprir as demandas. 

3 – Otimização do espaço físico: Através da gestão de estoque, é possível determinar quais são os produtos que tem maior saída– ou seja, aqueles que têm maior movimento. Dessa forma, a gestão de estoque ajuda no planejamento de armazenagem dentro do espaço físico determinado. 

4 – Controle fiscal: A gestão de estoque garante o controle necessário para que os responsáveis pela contabilidade da empresa façam as declarações exigidas, cumprindo assim as obrigações fiscais. 

5 – Planejamento de produção: Nas indústrias, a gestão de estoque auxilia o departamento de produção ao facilitar a elaboração de um planejamento com os produtos que devem ser desenvolvidos, bem como os prazos a serem cumpridos. 

Além disso, a gestão de estoque garante que o líder do setor de produção tenha conhecimento sobre os materiais que estão disponíveis no estoque, para que assim seja possível a produção dos pedidos de acordo com os recursos disponíveis. 

6 – Equilíbrio no volume do estoque: Ao contrário do que muitos pensam, um estoque volumoso nem sempre é um bom sinal. Muitas vezes, o excesso de estoque pode facilitar a ocorrência de perdas de materiais e/ou produtos, além de significar dinheiro parado. O custo deste capital parado no estoque afeta o fluxo de caixa e o espaço físico e não é indicado especialmente em empresas onde a produção é puxada. 

Com a gestão adequada do estoque, é possível evitar esse alto volume, o que facilita a organização e reduz os custos proporcionados pelo armazenamento extra. 
 

7 – Fornecimento de relatórios: os relatórios gerenciais são essenciais para compreender o desempenho da empresa com base em informações confiáveis e manter o estoque alinhado a outros setores, como compras e produção. 

Com a ajuda de uma boa gestão de estoque, é possível reunir informações como consumo de materiais, status de ordens de serviço, fluxo de entrada e saída, comparativos entre os custos gerenciais, dentre outros dados que são extraídos com facilidade do controle de estoque. 

8 – Integração dos setores: Por fim, é importante integrar o estoque com os demais departamentos de uma empresa, pois as informações ficam reunidas em um único lugar para facilitar a rotina de cada setor. 

Conforme todos os setores começam a trabalhar com base nas mesmas informações, as chances de falhas ou erros diminuem drasticamente – ajudando a garantir o sucesso das operações da empresa. 

Após conhecer os benefícios da implementação da gestão de estoque em uma empresa, é importante conhecer boas práticas para realizar a gestão da maneira correta. 

Entenda como fazer a gestão de estoque da forma correta 

Classifique os produtos corretamente 

Classificar e agrupar os produtos do estoque de acordo com o peso, formato, tipo e dimensão, ajuda a garantir a armazenagem mais adequada para as mercadorias, além de facilitar o controle e a operacionalização do estoque. 

Não se esqueça do controle de giro de mercadorias 

É de suma importância registrar tudo o que entra e o que sai do estoque, para que possa ser feito um planejamento de compras fiel às reais necessidades. 

Aposte em uma mão de obra qualificada 

Para que a gestão de estoque funcione perfeitamente, é imprescindível que exista um trabalho em conjunto entre todos os setores da empresa. Afinal, se uma única pessoa deixar de registar a entrada ou a saída de uma mercadoria, por exemplo, todas as informações serão prejudicadas. 

Dessa forma, vale ressaltar que é importante investir na qualificação da mão de obra, para que todos os colaboradores entendam a importância da gestão de estoque! 

Faça inventários periódicos 

Para analisar os dados e tomar medidas mais assertivas é necessário ter controle de todos os produtos disponíveis no estoque. 

Assim, pelo menos uma vez ao ano, é necessário fazer um inventário para corrigir possíveis erros cometidos ao longo do período, elaborando soluções para que o trabalho seja retomado sem novos erros. 

Além disso, existe a possibilidade de realizar inventários no esquema rotativo, em que você pode definir um tipo de item do estoque, por amostragem, para fazer o inventário – em seguida, deve-se realizar uma comparação da quantidade registrada com os números do estoque anual. 

Use indicadores de desempenho 

Tanto a curva ABC (técnica de categorização de estoque) quanto o giro de mercadoria são alguns dos indicadores mais utilizados para checar o desempenho de um estoque. 

Esses indicadores podem ser úteis para direcionar a gestão, pois permitem encontrar falhas e aperfeiçoar tarefas. 

Conte com um sistema de gestão 

Para conseguir um controle eficiente e um gerenciamento adequado do estoque que compreende tantas informações, o uso de um sistema de gestão pode ser a melhor solução para a sua empresa. 

O ERP Industrial, diante de cenários tão competitivos e dinâmicos, é um grande aliado da otimização contínua de processos. Afinal, ele auxilia no aumento da produtividade e na diminuição de custos para que as empresas alcancem melhores resultados. 

Diferente dos ERP’s genéricos, o ERP Industrial é uma ferramenta que permite ter a visão 360º da empresa, automatizando operações e digitalizando processos em tempo real. 

Com o ERP Industrial, você pode deixar as planilhas, as tabelas e os papéis de lado, pois ele atua como um gerenciamento único, que estabelece uma padronização das informações mais importantes. Assim, todos os dados ficam disponíveis no mesmo sistema para que todos os profissionais envolvidos possam acessar com apenas alguns cliques. Ou seja, toda vez que é feita uma movimentação na empresa, ela é registrada, simplificando o controle e criando uma base de informações gerenciais confiáveis e em tempo real de todo o processo. 

Para conhecer todos os benefícios de um ERP Industrial e saber como ele atua no gerenciamento de estoques, entre em contato com nossa equipe de especialistas!